Digite aqui o nome do livro para procurar

Estante Infantil
| 30 de março de 2012 às 10:00 AM

O Abraço da meia-noite
Título: O Abraço da meia-noite
Autora: Maria da Glória Cardia de Castro
Ilustrações: Ana Maria Moura
Editora: Cortez Editora
Páginas: 48
Preço de referência: R$ 29,00
Sinopse: Este singelo conto de fadas traz uma história de amor entre um Girassol de pétalas douradas e uma Rosa de pétalas vermelhas brilhantes, soberanos de um reino muito distante. Embora apaixonado pela esposa, o rei fica fascinado pelo presente dado por outra Rosa, dissimulada e invejosa, no dia do aniversário da rainha. É uma linda história em que a vaidade, a inveja e outras dores deverão ser superadas, em busca da felicidade plena. Primorosamente ilustrado por Ana Maria Moura, O Abraço da meia-noite, nos traz um belo conto de fadas de Maria da Glória Cardia de Castro, nele ela nos mostra que a vaidade excessiva pode afastar quem mais amamos e a vida poderá, assim, perder seu valor.

Aracaju - cidade das águas
Título: Aracaju - cidade das águas
Autora: Jorge Carvalho do Nascimento, Luiz Antônio Barreto
Ilustrações: Tintiliano
Editora: Cortez Editora
Páginas: 32
Preço de referência: R$ 22,00
Sinopse: Com aquarelas de Tintiliano, a obra Aracaju cidade das águas reúne dois intelectuais conhecidos, autores de bibliografia sobre temas sergipanos. Jorge Carvalho do Nascimento e Luiz Antônio Barreto falam das muitas belezas naturais e muito calor humano localizado entre as fozes dos rios Sergipe e Vaza-Barris. Neste local acolhedor, as pessoas desfrutam das riquezas naturais, de rios e manguezais, bem como de modernas obras urbanas, avenidas amplas e praias de águas mornas. Além disso, o roteiro gastronômico, as galerias de arte, os museus, o centro histórico, teatros e casas noturnas formam um atrativo e moderno complexo de lazer. a Coleção Nossa Capital tem em suas obras autores e ilustradores naturais ou por adoção da respectiva capital. Indicada para leitores a partir dos sete anos, a Coleção permite a criançada conhecer a história de sua cidade de uma forma mais lúdica, quando a ela própria vai contanto sua história, desde seu início até aos dias atuais.

O Cipó Branco
Título: O Cipó Branco
Autora: Florence Breton
Ilustrador: Florence Breton
Editora: Companhia das Letrinhas
Páginas: 64
Preço de referência: R$ 38,00
Sinopse: O tamanduá Neniq vive na Amazônia, num galho baixinho de uma árvore enorme. Ele é bastante medroso: gosta de ficar sonhando na cama, protegido dos barulhos da floresta. Mas um dia, Neniq repara em um cipó bem branco que balança acima da cabeça dele e fica curioso. Decidido a mostrar para os outros bichos que não tem medo, ele resolve seguir o cipó para ver o que há no fim. Começa uma longa jornada. Neniq sobe cada vez mais e conhece "camadas" novas da floresta. A luz vai aumentando com a altura, e os animais também são diferentes. Nenhum deles entende o que Neniq está fazendo ali, no meio da árvore. Alguns falam do perigo que pode existir no final, outros acham que não vale a pena subir, pois não vai haver nada de diferente. A história segue... e, em uma segunda parte do livro, a autora ensina sobre os bichos e plantas que aparecem na história e explica questões como a briga pela luz, a organização das diferentes camadas e a camuflagem.

As cores e as dores do mundo
Título: As cores e as dores do mundo
Autora: Sandra Branco
Ilustradora: Claudia Cascarelli
Editora: Cortez Editora
Nº de páginas: 32
Preço sugerido: R$ 28,00
Sinopse: Um menino e seu cão são as personagens desta história cheia de ternura e companheirismo. Edmundo descobriu que o seu nome significava “é do mundo” e cresceu acreditando que fazia parte de um mundo que, inicialmente, era “seu mundo!”, diz a história que vai acompanhando os descobrimentos deste garoto em seu mundo, que a cada dia crescia mais de tamanho. Quando ganha seu animal de estimação, um simpático cãozinho, logo o chama de Mundinho. Cresceram e brincaram muito. Sempre juntos ele não percebia que o pequeno cão cresceu mais rápido e foi envelhecendo, até que um dia: “Mundinho deixou de fazer parte do mundo de Edmundo e partiu para sempre. Ou, como dizem as pessoas. Mundinho morreu. Ao lado de seu cão, Edmundo chorou. Lágrimas de incertezas sobre a efemeridade da vida. Lágrimas de saudades de quem nunca mais ia abraçar um querido amigo”, segue a história.

 

Copyright © 2010 O Primeiro Capítulo & Outros Textos... - Gustavo A. B. | Modified version of Picture Line Design by Dzignine
Direitos Reservados - capitulo@mgacomunica.com.br