Digite aqui o nome do livro para procurar

Editoras e Lançamentos - Psicoterapia e Brasilidade
| 14 de dezembro de 2011 às 2:27 PM


"Já foi dito anteriormente que um livro é tal qual uma garrafa que se lança ao mar contendo uma mensagem. Não sabemos em que mãos cairá, nem tampouco se será lido. Tudo é muito incerto, e desde sua escrita até o lançamento estamos envoltos em uma névoa de incerteza e ansiedade sobre o seu alcance, que atônitos aguardamos os resultados dessa empreita, apenas sedimentados em uma fé inquebrantável nos ponteamentos de seu conteúdo. E assim como o sol rompe a neblina das manhãs de outono para apresentar o céu azul mais esplendoroso que se escondia sob a névoa, esse livro também romperá com essa incerteza e trará contribuições importantíssimas para a psicologia no Brasil."


Valdemar Augusto Angerami – Camon (Org.)


Psicoterapia e Brasilidade é o novo livro da Cortez Editora escrito por Adriano Furtado Holanda, André Roberto Ribeiro Torres, Arlinda B. Moreno, Luis José Veríssimo, Paula Linhares Angerami, Thiago Gomes de Castro e Valdemar Augusto Angerami – Camon (Org.). A obra mostra a psicologia atuando em direção à nossa brasilidade e no enfrentamento de questões que nos aviltam à própria dignidade. Assim, são apresentados trabalhos de atuação da psicologia frente aos casos de torturas no período da ditadura militar, bem como os avanços significativos que a psicoterapia alcança nos dias de hoje em nossa realidade.

Valdemar Augusto Angerami – Camon reflete no primeiro capítulo 'Na noite sonhamos', sobre a mitificação profissional e a temática do suicídio, além de falar sobre os sonhos. Arlinda B. Moreno descreve sobre uma pesquisa que intitula o capítulo 2 'A atuação do psicólogo junto a pacientes com câncer: fragmentos de um percurso psicoterápico na cidade do Rio de Janeiro'. Adriano Holanda no terceiro capítulo 'Gênese e histórico da psicopatologia fenomenológica', faz um breve histórico da psicopatologia, o movimento da psicopatologia fenomenológica e da psiquiatria fenomenológica contemporânea.

No capítulo 4 Paula Linhares Angerami escreve sobre a educação para o pensar em 'A importância da Filosofia para crianças no desenvolvimento humano'. 'Sentimento de inadequação, prática psicológica e contemporaneidade' é o título do 5º capítulo escrito por André Roberto Ribeiro Torres com entrevistas sobre as diversas formas de ser diferente. Luiz José Veríssimo fala sobre o "eu" no Capítulo 6 'Colóquio com Martin Buber: a contribuição da filosofia do diálogo para a psicoterapia'. Thiago Gomes de Castro escreve o sétimo capítulo 'Redução fenomenológica e visibilidade em psicoterapia: ensaios para uma escuta existencial' com direções argumentativas e questões como a Redução fenomenológica e fenomenologia da existência: coexistência possível?

A obra destina-se aos cursos de Psicologia, Medicina, Psicologia da Saúde e Filosofia, Pedagogia e Filosofia da Educação nas disciplinas "Teorias e Técnicas em Psicoterapia", "Psicopatologia", "Psicologia Contemporânea", "Psicologia do Desenvolvimento", "Aconselhamento Psicológico" e "Prática da Psicoterapia". Leitura indicada pra programas de graduação e pós-graduação em psicologia da saúde, psicossomática, psiquiatria entre outros.

Ficha Técnica
Título: Psicoterapia e Brasilidade
Autores: Adriano Furtado Holanda; André Roberto Ribeiro Torres; Arlinda B. Moreno; Luis José Veríssimo; Paula Linhares Angerami; Thiago Gomes de Castro; Valdemar Augusto Angerami – Camon (Org.)
Editora: Cortez Editora
N. páginas: 320

 

Copyright © 2010 O Primeiro Capítulo & Outros Textos... - Gustavo A. B. | Modified version of Picture Line Design by Dzignine
Direitos Reservados - capitulo@mgacomunica.com.br